Um pouco de nossa história.

Um pouco de nossa história.

Entrada em operação da Usina Hidrelétrica Cândido Rondon ou Casca I, primeira do estado de Mato Grosso. A usina, situada no rio Casca, município de Chapada dos Guimarães, contava com dois grupos geradores de 496 kW cada. Foi desativada em 1954, ano em que entrou em funcionamento a Usina Hidrelétrica Fernando Correa da Costa ou Casca II.

A Centrais Elétricas Matogrossenses, mais tarde Cemat, foi criada em outubro de 1958 com o objetivo de colocar fim a um iminente colapso de suprimento de energia no Estado. No decorrer dos anos, seu trabalho foi ampliado, englobando, além da distribuição, a construção e exploração de sistemas de geração, transmissão e transformação.

Em outubro de 1994, a empresa abriu seu capital e, de setembro de 1996 a dezembro do ano seguinte, foi administrada pelo Governo do Estado, em parceria com a Eletrobrás e sob a intervenção do BNDES. Estes conduziram o processo de privatização da concessionária, que foi comprada pela Rede Energia em leilão realizado no dia 27 de novembro de 1997.

AQUI COMEÇA A HISTORIA DA PRODUÇÃO ENERGÉTICA DO MATO GROSSO

Em Mato Grosso, antes do surgimento da energia elétrica, era utilizado o óleo de piquira (peixe da bacia do pantanal), para a iluminação pública, especialmente na cidade de Cuiabá.
As luminárias eram constituídas de tigelas de barro cozido ou cascas de laranja azeda cheias de sebo ou óleo de piquira, com um pavio torcido. Eram acesas em ocasiões importantes como festas, chegada de políticos e autoridades.
Esse tipo de iluminação durou até por volta de 1872 e foi substituído pelo candeeiro, um tipo de lampião abastecido com querosene, que por sua vez, foi logo substituído (1873) pelos lampiões a gás;
Com o advento dos geradores, Cuiabá entra na era da energia elétrica, passando a ser iluminada pelas lâmpadas de Edison.

USINA CASCA I
A construção da usina hidroelétrica Casca I no rio da Casca, afluente do rio Manso (Chapada dos Guimarães), inaugurada em 1928, foi a primeira medida no sentido de resolver o problema energético de Cuiabá.
Entrada em operação da Usina Hidrelétrica Cândido Rondon ou Casca I, primeira do estado de Mato Grosso. A usina, situada no rio Casca, município de Chapada dos Guimarães, contava com dois grupos geradores de 496 kW cada.
Obra executada no governo do 10º presidente constitucional do Estado de Mato Grosso o Dr. Mário Corrêa da Costa, que governou de 1926 até 1930.

O “Chalé dos Governadores” e a Usina Casca l foram tombado pelo patrimônio histórico de Mato Grosso. (veja também este documento) ->https://www.facebook.com/riodacasca/posts/336248566499295

Ver mais sobre o Chalé dos Governadores. –>https://www.facebook.com/riodacasca/posts/335070406617111

Foto de como era a Usina 1. Ano 1928.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *