RIO DA CASCA

José de Mesquita

 

 

BIOGRAFIA
José de Mesquita
COLETÂNEA DE OBRAS
Poesias (Poesias, 1919)
Elogio histórico, do Dr. Antonio Correa da Costa (Discurso, Revista IHMT, 1920)
Relatório da Administração da Justiça de Mato Grosso (Relatório da Procuradoria Geral do Estado, 1920)
O Capitão-mór André Gaudie Ley (Ensaio de reconstituição histórico-genealógica, Revista IHMT, 1921)
Elogio histórico, de Dom Carlos Luiz de Amour e Antonio Modesto de Melo (Discurso, Revista IHMT, 1921)
Mato Grosso através de sua literatura (Ensaio, Revista do Brasil, Rio de Janeiro,1924)
Elogio fúnebre, do General Doutor Caetano Manoel de Faria e Albuquerque (Discurso, Revista IHMT, 1925)
Um homem e uma época (Ensaio biográfico de José Barnabé de Mesquita “Senior”, Revista IHMT, 1925)
Uma efeméride notável (Discurso, Revista IHMT, 1926)
A Cavalhada (Contos, 1927)
Terra do Berço (Prefácio de D. Aquino Correa, Sonetos, 1927)
Elogio Fúnebre do Professor João Pedro Gardez (Discurso, Revista IHMT, 1927)
Monsenhor Bento Severiano da Luz (Ensaio biográfico, Revista IHMT, 1927)
Um Paladino do Nacionalismo, Elogio do Doutor José Vieira Couto de Magalhães (Discurso, Revista AML, 1928)
Thaumaturgo do Sertão (Ensaio Biográfico – Frei José Maria de Macerata, Revista IHMT, 1928)
Semeadoras do Futuro (Discurso paraninfal, Escola Normal de Cuiabá, Cuiabá, 1929)
Da Epopéia Matogrossense (Sonetos, 1930)
Corá (Conto sertanejo, Revista Nova, São Paulo 1931)
Do Jardim Místico (Sonetos, Revista AML, 1931)
Um rapaz alegre (Conto, Revista CML, 1931)
O poeta da “Flor de Neve” (Ensaio, Revista de Cultura, Rio de Janeiro, 1931)
Grandeza e decadência da Serra Acima (Ensaio de reconstituição histórica, Revista IHMT, 1932)
Elogio histórico dos sócios Des. Luis da Costa Ribeiro e Dom Antonio Maria Malan (Discurso, Revista IHMT, 1932)
Atentado contra a Justiça (Tese de Direito, 1932)
Espelho de Almas (Contos, Premiado pela Academia Brasileira de Letras, 1932)
João Poupino Caldas (Ensaio Biográfico, Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso, 1934)
Epítome da Historia Literária de Mato Grosso (Ensaio, Revista de Cultura, Rio de Janeiro, 1934)
Elogio fúnebre de João Cunha, João Carlos Pereira Leite e Joaquim Pereira Ferreira Mendes (Revista IHMT, 1935)
O Sentido da Literatura Matogrossense (Conferência, Centro Mato-grossense, Rio de Janeiro, 1936)
Pela Boa Causa (Conferências, Leituras Católicas, Niterói, 1936)
Ao Contacto da Mocidade (Oração, Inauguração do Grêmio Literário José de Mesquita, Cuiabá, 1936)
O Natal do comunista (Conto, Revista de Cultura, Rio de Janeiro, 1936)
Primeira Missa (Poesia, Revista de Cultura, Rio de Janeiro, 1936)
As Duas Imprensas (Soneto, Revista de Cultura, Rio de Janeiro, 1936)
A reconstitucionalização (Discurso, Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Cuiabá, 1936)
Letras Mato-grossenses (Conferência, Seção especial, 1º Congresso das Academias de Letras, Rio de Janeiro, 1936)
A Academia Mato-grossense de Letras (Tese, 1º Congresso das Academias de Letras, Rio de Janeiro, 1936)
Evolução e Aspectos da Criminalidade em Cuiabá (Tese, Conferência Brasileira de Criminologia, Rio de Janeiro, 1936)
Alberto Rangel – Gastão de Orléans – O Último Conde D’Eu, São Paulo,1935 (bibliografia, 1936)
Coletânea de Poesias(Poesias, Revista de Cultura, Rio de Janeiro, 1937-1941)
As Necrópoles Cuiabanas (Ensaio de reconstituição histórica, Revista IHMT, 1937)
Piedade (Romance, 1937)
Literatura Borora (Ensaio, Anuário Brasileiro de Literatura, Rio de Janeiro, 1938)
Sonetos (Sonetos, Revista AML, 1938)
Centenário de Couto de Magalhães (Discurso, Revista AML, 1938)
Invocação a Jesus (Oração, 1939)
O sentimento de brasilidade na história de Mato Grosso (Discurso, Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, RJ, 1939)
Professoras novas para um Mundo novo (Discurso paraninfal, Escola Normal Joaquim Murtinho, Campo Grande, 1939)
De Lívia a Dona Carmo (Tese, 2º Congresso das Academias de Letras e de Intelectuais, Rio de Janeiro, 1939)
Sorocabanos em Mato Grosso (Crônica, Anuário Genealógico Brasileiro, 1939)
Livros de minha estante (Crônica, Jornal “A Cruz”, Cuiabá, 1939)
Manoel Alves Ribeiro (Ensaio Biográfico, 3º Congresso de História Nacional, Rio de Janeiro, 1938)
Paz e Justiça (Oração, Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, São Paulo, 1939)
A Chapada Cuiabana (Ensaio de Geografia, 9º Congresso Brasileiro de Geografia, Florianópolis, 1940)
O Exército, fator de brasilidade (Discurso aos soldados, 16º Batalhão de Caçadores e da Policia Militar, Cuiabá, 1940)
A descendência de Ricardo Franco (Ensaio Genealógico, Anuário Genealógico Brasileiro, 1940)
Rondon, o novo bandeirante (Discurso, Revista IHMT,1940)
Os Jesuítas em Mato Grosso (Discurso, Centenário da Companhia de Jesus, Revista IHMT, 1940)
O Adeus da Academia ao Acadêmico Franklin Cassiano da Silva (Discurso, Revista AML, 1940)
Centenário do Patrono Prof . José Estevão (Discurso, Revista AML, 1940)
Do Poema da Serra (Sonetos dedicados á Chapada dos Guimarães, Revista AML, 1940)
A Política Nacional do Rumo a Oeste (Discurso, Boletim do Ministério do Trab. Ind. e Com., Rio de Janeiro, 1941)
A Academia Mato-grossense de Letras (Notícia Histórica, Escolas Profissionais Salesianas de Cuiabá, 1941)
Sonetos para minha mãe e minha mulher (Sonetos, Revista de Cultura, 1941)
Três Poemas da Saudade (Poemas, 1943)
Espírito Mato-Grossense (Ensaios de história política de MT, Revista Cultura Política, Rio de Janeiro, 1941-1943)
Troncos raciais da família Mato-Grossense (Ensaio, Revista Cultura Política, Rio de Janeiro, 1942)
Uma Década de Trabalho Cultural (Discurso, Revista AML, 1943)
Bibliografia da Academia Mato-grossense de Letras (Bibliografia, com a colaboração de Firmo Rodrigues, 1944)
Escada de Jacó (Sonetos, 1945)
Monólitos Eternos (Orações, Revista AML, 1945)
A Pátria e a Academia (Discurso, Revista AML, 1946)
Notas para futuros linhagistas (Ensaio genealógico, Revista Genealógica Brasileira, São Paulo, 1946)
Apelação Cível (Apelação, ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso, 1946)
A Suspeição de natureza íntima – 1946 (Interpretação do CPC, Anais Forenses de Mato Grosso, 1951)
No Tempo da Cadeirinha (Contos, 1946)
Roteiro da Felicidade (Sonetos, 1946)
Recurso Extraordinário (Recurso, ao Supremo Tribunal Federal, 1946)
Trechos do “Poemas para Voce” (Poemas, Revista AML, 1947)
Poemas do Guaporé (Poemas, 1947)
As mulheres na obra de Eça de Queiroz (Ensaio literário, Revista das Academias de Letras, Rio de Janeiro, 1948)
Nos Jardins de São João Bosco (Discursos e Conferências acerca da Obra Salesiana em Mato Grosso, 1949)
Tratado de Madri (Discurso, Revista AML, 1950)
Ilha dos Amores (Poesias, Revista da AML, 1951)
Mato Grosso na Guerra do Paraguai (Crônica da serie “Gente e coisas de antanho”, Revista IHMT, 1952)
A Poesia de Dom Aquino (Ensaio biográfico, Revista AML, 1956)
Aspectos Literários de Cuiabá (Entrevista ao Jornal Gazeta de São Paulo, 1957)
Gente e Coisas de Antanho (Coletânea de crônicas de 1934-1937, Reedição AML, 1978)
Genealogia Matogrossense (Ensaio genealógico, Revista IHGMT, Reedição AML, 1992)
CONFISSÕES (1961)
IN EXTREMIS – O Último Soneto (Soneto, 1961)
José Barnabé de Mesquita (Senior) e a AML
Philogonio de Paula Corrêa (Alocução fúnebre, Revista IHGMT, 1952)
Carta ao Dr. Francisco Leal de Queiroz (Carta, 1959)
Relação de Obras Publicadas
Ex Libris de José de Mesquita (Desenho de Benilde Borba de Moura)
Acervo José de Mesquita
DOCUMENTOS DIVERSOS
Ata Instalação do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso – 1919
Ata Instalação da Academia Mato-grossense de Letras – 1921
Um discípulo de Machado de Assis (Critica literária, Modesto de Abreu, Boletim de Ariel, 1936)
Rubens de Mendonça (Artigo, 1985)
Estilística em José de Mesquita (Benedito Pedro Dorileo, Revista IHGMT, 1992)
Vila Maria dos Meus Maiores, Luiz-Philippe Pereira Leite – 1977
Academia Mato-grossense de Letras (Revista In Memoriam de José de Mesquita – 1961)
Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso (Revista em Homenagem ao Centenário de José de Mesquita, 1992)
Ronald Hilton, Who’s Who in Latin America, Part VI, Brazil, p.158, Stanford University Press, 1945, 3rd Edition
Homenagem Póstuma no Senado Federal – 05/07/1961
Academia Sul-Mato-grossense de Letras, Revista nº 2 – 2003
O Direito em Ação – José Jayme Ferreira de Vasconcellos (Prefácio de José de Mesquita, 1937)
Um poeta mato-grossense (Bibliografia, VEIGA MIRANDA, João Pedro da – 1936)
Rica/Bendita; Pobre/Mal-dita: as cores da mulher em José de Mesquita (Dissertação, Luiz Renato de Souza Pinto)
Ilegalismos e jogos de poder: um crime célebre em Cuiabá 1872 (Tese, Oswaldo Machado Filho, UNICAMP, 2003)
Crucina (Artigo, Yasmin Nadaf, Revista do IHGMT,Num. 71, 2012)
LINKS RELACIONADOS
Academia Sul-Mato-Grossense de Letras (Cadeiras, Site)
Tribunal de Justiça de Mato Grosso – Memorial do Poder Judiciário Des. José de Mesquita (Noticia, 03/05/2005)
Tribunal de Justiça de MT – Medalha José de Mesquita – Ministros Nelson Jobim e Gilmar Mendes (10/06/2005)
Tribunal de Justiça de Mato Grosso – Medalha José de Mesquita – Ministra Ellen Gracie (Noticia, 22/09/2006)
TJMT – Medalha José de Mesquita – Juízas Arline Pacht, Joan Winship e Leslie Alden (Noticia, 19/09/2008)
Antonio Miranda – Poesia dos Brasis – José de Mesquita
Varanda Cuiabana – Pedro Rocha Jucá
Instituto Histórico e Geografico de Mato Grosso – IHGMT